O Jockey Club de São Paulo tem o orgulho de possuir segundo maior acervo do grande escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret, que é o principal responsável pela introdução do modernismo em terras brasileiras. Apesar do impacto causado nos artistas modernos da época, as obras de Brecheret foram bastante influenciadas pela artes greco romana e renascentista.

Ele nasceu na cidade de Farnese, na Itália, em 1894, e emigrou para o Brasil quando ainda era apenas criança, ao lado de seus tios maternos. Quando completou 30 anos, foi nacionalizado como cidadão brasileiro. O escultor faleceu em 17 de dezembro de 1995, deixando para trás um legado de obras muito especiais.

Na capital paulista, seu trabalho se destaca em fachadas decorativas, cemitérios e monumentos públicos, como o Monumento às Bandeiras do Parque Ibirapuera, feito em homenagem aos bandeirantes que exploravam os sertões brasileiros, e hoje é um dos símbolos da cidade paulista. Outra obra de grande importância é o Fauno localizado no Parque Trianon, na Avenida Paulista, um dos pontos centrais da cidade. Mas é no Jockey Club que encontra-se o grande acervo das obras do escultor ítalo-brasileiro.

Durante a construção do Hipódromo Paulistano, Brecheret produziu algumas obras de arte especialmente para o clube. O acervo do Jockey é tão importante que, aliado à outros fatores, o Hipódromo Paulistano foi tombado como patrimônio histórico e tornou-se um dos principais locais para apreciação e conservação da memória cultural e artística da em São Paulo.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar