Parte dos restauros empregados no Jockey Club de São Paulo é dedicada ao cuidado e reparação das peças de bronze, como corrediças e dobradiças.

O bronze, uma liga metálica feita de cobre e estanho, é um material que apresenta grande durabilidade, alta resistência, maleabilidade, além de não ser afetado por corrosões. Por essas características, foi escolhido como material para dar suporte às peças de ferro do Jockey Club onde a corrosão poderia causar problemas estruturais.

Foi um dos primeiros metais criados pelo ser humano, há mais de 5 mil anos e, ainda hoje, algumas peças de bronze com essa idade ainda resistem em perfeito estado. É um material costumeiramente utilizado em peças nobres, justamente pelo fato de não se corroer. É um metal para peças e estruturas construídas para duraram muito tempo.

Nas peças do Jockey Club, o serviço de manutenção empregado consiste, basicamente, em limpeza e polimento, já que, ainda que tenham sido construídas há mais de 70 anos, as peças estão em perfeito estado.

Desse modo, a restauração se concentra em remover o chamado zinabre, uma oxidação natural de ligas metálicas feitas de cobre, que apresenta uma coloração que varia do azul-esverdeado até o preto, dependendo de sua composição química. É uma oxidação superficial que é capaz de proteger o metal sob ela. O zinabre é removido através de polimento, de modo a verificar a integridade física das peças de bronze ali trabalhadas.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar